Policiais usarão câmeras acopladas à farda e drones durante carnaval de Salvador

portaldesegurancaOs policiais que trabalharão para garantir a segurança durante o carnaval de 2018 em Salvador usarão uma espécie de câmera acoplada à farda, chamada de body worn, e drones nos circuitos das festas.

Além disso, como nos anos anteriores, portais de segurança serão montados para controlar a entrada de objetos de risco, com detectores de metal, nos locais de realização do evento. Ao todo, serão 42 equipamentos para revistas pessoais.

As informações foram anunciadas em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (30) pelo governo da Bahia, que disse que serão aplicados R$ 44 milhões em pessoal, tecnologia e infraestrutura para garantir a segurança da festa.

Na ocasião, o governo divulgou as atrações que vão desfilar sem cordas nos circuitos Dodô (BArra-Ondina) e Osmar (Campo Grande) e a programação da festa no Pelourinho.

O governo informou que o carnaval contará com mais de 25 mil policiais e bombeiros militares nos sete dias de festa. Em Salvador, além de cuidar da segurança nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha, as polícias Civil, Militar, Técnica e o Corpo de Bombeiros também estarão presentes nos carnavais dos bairros.

“Dos R$ 70 milhões investidos na festa em todo o estado, R$ 44 milhões são para segurança, envolvendo as áreas da Polícia Militar, polícia civil e bombeiros. Com certeza teremos esse ano mais um carnaval de paz, como foi o ano passado. Ano após ano, estamos aprimorando os requisitos. Se ano passado tivemos portal da segurança, esse ano além dos portais vamos introduzir drones para facilitar mapeamento de todo percurso. Isso vai agilizar a ação da polícia e a ação de intervenção”, disse o governador Rui Costa.

Share